Suspensa consulta da restituição do IRPF pela telefone

A Receita Federal suspendeu hoje as consultas pelo sistema Receitafone, um atendimento automático para conferir o primeiro lote do Imposto de Renda de 2004 por telefone, e só deverá reestabelecê-lo na segunda-feira. Segundo o Supervisor Nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, o sistema foi tirado do ar pois não estava funcionando ?a contento?. Não há horário previsto para reestabelecer o sistema, disse Adir. ?O que não queremos é que o contribuinte continue pagando mais pela ligação?, afirmou. Quem ligava para o 0300-78-0300 era obrigado a falar com a atendente e segundo a Receita Federal nesse tipo de atendimento personalizado a demora é maior. Como as ligações para o Receitafone são pagas, o custo para o contribuinte aumentou. Por telefone fixo paga-se R$ 0,30 por minuto de ligação. Se a ligação for feita de um celular, o preço por minuto é mais caro, de R$ 0,77. A Receita explicou que o problema foi técnico e de responsabilidade da Embratel, que subcontratou outra empresa para operar o Receitafone. ?Eles disseram que o problema seria corrigido hoje de manhã e não foi, por isso não queremos estabelecer prazos?, disse Adir. Ontem, o Fisco garantiu que ele seria corrigido até o início da noite de ontem, mas esse prazo também não foi cumprido. Pelo telefone a única informação que o contribuinte recebe é se seu nome está ou não no primeiro lote de restituições do Imposto de Renda, que estará disponível em conta corrente no banco indicado a partir do dia 15. Essa mesma informação pode ser obtida via internet no site da Receita (www.receita.fazenda.gov.br). Tanto para a consulta via internet quanto para obter informações por telefone é necessário que o contribuinte saiba informar o número do CPF. O serviço via internet não apresenta mais problemas, segundo Adir. A Receita estima que existem 6 milhões de contribuintes com direito à restituição. Desse total, somente 1,297 milhão foram incluídos no primeiro lote. Outra novidade este ano foi a preferência dada para os idosos com mais de 60 anos. Quase a totalidade deles vai receber na frente dos demais.Do total de contribuintes beneficiados no primeiro lote, 749.159 são idosos com mais de 60 anos.

Agencia Estado,

12 de junho de 2004 | 14h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.