Suzano vende terras no valor de R$ 311 milhões

Ativos são 50 mil hectares de terras em Minas Gerais, dos quais 13 mil com plantio de eucalipto

Equipe AE,

14 de dezembro de 2009 | 11h57

A Suzano Papel e Celulose venderá ativos no valor de R$ 311 milhões, dentro da estratégia de reforçar sua posição de caixa. De acordo com fato relevante divulgado nesta segunda-feira, 14, os ativos são 50 mil hectares de terras em Minas Gerais, dos quais 13 mil com plantio de eucalipto.

 

A empresa explica que essas terras não eram destinadas à produção de celulose e papel e afirma que a venda não causa impacto nas operações atuais nem em projetos futuros.

 

Os contratos, a serem fechados com as empresas Mata Mineira Investimentos Florestais e Fazenda Turmalina Holdings, LLC, estão sujeitos a ajustes decorrentes de auditoria. A conclusão do negócio está prevista para o primeiro semestre de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
Suzanoterras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.