Swiss Air Lines pode cortar 3 mil empregos

A companhia aérea Swiss International Air Lines solicitou à Bolsa de Valores da Suíça que suspendesse a comercialização de suas ações entre hoje e amanhã. A medida foi tomada em virtude da reunião do conselho da empresa que acontece hoje e do possível anúncio de decisões decorrentes do encontro. A Swiss, que pretende cortar um total de 600 milhões de francos suíços (US$ 452 milhões) em custos este ano, informara em maio que medidas adicionais mais severas seriam tomadas com vistas a reduzir ainda mais a base de custos, em função da contínua baixa na indústria da aviação civil.A mídia local informou que a companhia nacional da Suíça deverá eliminar cerca de 3 mil empregos e reduzir a sua frota de aeronaves de longas distâncias de 26 para 18 unidades, como parte do anunciado plano de reestruturação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.