Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Tabela do IR e juros altos têm sentidos opostos, diz Furlan

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, comentou hoje o anúncio da correção da tabela do Imposto de Renda e a elevação da taxa básica de juros, a Selic, afirmando que são duas medidas "que caminham em sentidos opostos, já que uma dá alento ao consumo e a outra aperta o consumo".Ele informou também que, na reunião de ontem, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial, foram discutidas sugestões para garantir eficiência na economia e desonerações de impostos que poderão ser implementadas no próximo ano.O ministro chegou na manhã desta quinta-feira ao Palácio das Artes, em Belo Horizonte, onde irá participar da 27ª reunião do Conselho do Mercado Comum. Ele evitou comentar as divergências entre Brasil e Argentina no que se refere à adoção de salvaguardas pelo país vizinho.AgendaAo meio-dia, está prevista uma entrevista do ministro, que irá encerrar o I Fórum Empresarial do Mercosul, no prédio da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, também chegou para participar da reunião, acompanhado do coordenador nacional do Brasil no Mercosul, Luiz Filipe Macedo Soares, mas não conversou com a imprensa.

Agencia Estado,

16 de dezembro de 2004 | 12h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.