Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Taiwan registra seu quinto pregão em baixa

O aumento do número de casos de infecção e morte por Sars foi o grande responsável pelo quinto pregão consecutivo em queda no mercado taiuanês. O principal índice da bolsa de Taipé caiu 0,82%. A falta de controle da doença na ilha preocupa os investidores e resulta em pregões com baixo volume financeiro. Nas Filipinas, a notícia de que o país foi retirado da lista da OMS de países com risco para a Sars não afetou o mercado. Os investidores preferiram realizar lucros e a bolsa encerrou o dia em baixa de 0,66%. O Nikkei 225, da bolsa de Tóquio, caiu 0,51%, puxado por preocupações com a Sars, vendas de investidores institucionais e o temor de que a valorização do iene frente ao dólar possa prejudicar as exportações japonesas. A falta de notícias que incentivassem o mercado resultou em queda de 0,25% do índice Kospi. Os papéis da siderúrgica Posco lideraram as perdas em razão do aumento do preço da matéria-prima do aço, o que deve resultar em alta dos custos de produção da empresa. Às 5h10 (horário de Brasília), as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: -0,15%; Indonésia: +0,40%; Malásia: +0,50%; Tailândia: +0,96% e Cingapura: -0,47%.

Agencia Estado,

21 de maio de 2003 | 05h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.