'Talvez esteja na hora do Brasil declarar independência do Mercosul', diz Furlan

'Talvez esteja na hora do Brasil declarar independência do Mercosul', diz Furlan

Ex-ministro do Desenvolvimento afirma que o grupo está estagnado e que a posição da Argentina atrapalha acordos comerciais com a União Europeia

Álvaro Campos e Dayanne Sousa, Agência Estado

18 de novembro de 2014 | 14h02


O ex-ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, disse nesta terça-feira, 18, durante o Fórum Estadão Brasil Competitivo, que o Brasil está afastado dos acordos de comércio mundiais e deveria rever suas políticas nessa área, incluindo a participação no Mercosul.

"O Mercosul está estagnado, talvez esteja na hora do Brasil declarar independência do grupo", afirmou, lembrando que a oposição da Argentina impediu por duas vezes nos últimos anos que o bloco assinasse acordos comerciais com a União Europeia. Segundo ele, com essa "independência" o Brasil poderia assinar acordos bilaterais com outros países e blocos, sem precisar do aval unânime dos integrantes do Mercosul, como acontece agora.

Ao mesmo tempo em que o Brasil patina nessa área de acordos, nossos vizinhos "nadam de braçada", segundo Furlan. Ele citou o caso do Peru, que tem um presidente esquerdista, cresce mais do que o Brasil e com inflação menor, atraindo investimentos, além de participar da aliança de países do Pacífico. "Nós não podemos achar que isoladamente vamos ganhar a guerra. Não vamos, vamos perder", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Luiz Fernando Furlanforuns estadao

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.