Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

TAM admite cortar voos domésticos

A TAM revisou ontem pela terceira vez suas projeções para 2012 e passou a prever uma redução de até 2% na oferta para voos domésticos. No cenário mais otimista, a companhia considera no máximo manter o número de assentos oferecidos em 2011.

O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2012 | 03h07

A TAM prevê uma expansão entre 7 e 9% na demanda. "A empresa verificou uma elasticidade na demanda em relação ao preço das passagens e por isso considerou necessária a revisão", disse a TAM, em comunicado.

A companhia aérea manteve seu plano de frota, que prevê encerrar 2012 com 157 aviões. A redução da oferta será possível pela diminuição do uso das aeronaves. Na prática, significa que a TAM vai voar menos. Em 2011, a companhia ofereceu uma média de 897 voos diários. A empresa não informou quantos voos serão cortados. / MARINA GAZZONI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.