TAM, Gol e Ocean Air aceitarão passageiros da Varig

A TAM, Gol E OceanAir informaram, nesta quarta-feira, que continuarão a aceitar passageiros da Varig que tenham vôos cancelados por tempo indeterminado. A medida faz parte do plano de contingência negociado entre a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e as principais companhias aéreas do País. Porém, segundo a Gol, serão transferidos passageiros conforme horários e lugares disponíveis. Na última terça-feira o presidente da Gol, Constantino Oliveira Júnior, esteve em Brasília para discutir o plano de contingência da Anac, que começou a vigorar nesta quarta com o agravamento da crise da Varig. Problemas Fonte do setor aéreo informa que a Varig está tendo problemas com a câmara de compensação de passagens aéreas no Brasil. Essa câmara é comandada pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) e trata-se de um acordo multilateral de aceitação recíproca de bilhetes aéreos. Pelo sistema, toda a empresa aérea participante do acordo pode aceitar o cliente de qualquer outra companhia, desde que haja concordância com o preço de comercialização da passagem.O problema é que a Varig não está fazendo o pagamento na câmara e pode ter dificuldade em endossar a passagem para que outra concorrente transporte o passageiro. Sem o endosso, a outra companhia não tem garantia de que receberá o valor correspondente da Varig pelo serviço prestado. Segundo a fonte, situação semelhante ocorreu com a Vasp poucos dias antes da paralisação das suas operações, em janeiro de 2005.No entanto, a atuação do governo federal pode minimizar os obstáculos para os passageiros. No ambiente internacional, a situação é mais incerta, pois a Varig saiu da câmara de compensação de passagens da entidade International Air Transport Association (Iata) também por falta de pagamento.Com isso, somente as companhias da aliança internacional da Star Alliance tendem a aceitar bilhetes da Varig, já que a brasileira é uma das fundadoras dessa aliança. Fazem parte da Star Alliance 18 grandes empresas, como a Lufthansa, a TAP, a United Airlines, a Swiss e a Us Airways, entre outras.Novo vôo A TAM informou também que passará a realizar um vôo noturno, às 22h45, ligando o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, a Nova York, nos Estados Unidos, a partir do dia 1º de setembro. Atualmente, o vôo sai às 9h45. A mudança de horário permite ao passageiro chegar em Nova York no início da manhã do dia seguinte. Segundo a empresa, a mudança anunciada já estava prevista e não tem nenhuma ligação com os problemas da Varig, que está cancelando as viagens para os Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.