coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

TAM reverte prejuízo e lucra R$ 15 milhões

O aumento nas receitas e a diminuição dos gastos financeiros fizeram com que a TAM revertesse resultado negativo e fechasse o primeiro trimestre deste ano no azul. A companhia aérea registrou lucro líquido de R$ 15,061 milhões, contra prejuízo de R$ 99,968 milhões no primeiro trimestre de 2001. A receita líquida aumentou 38,2% e atingiu R$ 803,590 milhões. A empresa encerrou o trimestre com patrimônio líquido positivo de R$ 476,382 milhões.A TAM teve lucro bruto 34,3% maior, para R$ 251,639 milhões. As despesas financeiras líquidas somaram R$ 39,925 milhões, o que representa queda de 78% em relação à perda dos três primeiros meses de 2001. O lucro operacional foi de R$ 26,537 milhões, contra prejuízo operacional de R$ 150,860 milhões de janeiro a março do ano passado."No período, não houve variação importante do dólar, por isso foi possível reverter o prejuízo do ano passado e alcançar um resultado favorável neste primeiro trimestre" , informou hoje a diretoria da TAM. A partir de outubro do ano passado, a TAM decidiu cancelar vôos internacionais que estavam dando prejuízo e focar-se no mercado doméstico.Segundo analistas de aviação, a decisão foi um dos motivos para que a companhia aérea voltasse a ter um balanço financeiro positivo. Mas a medida teria desagradado o executivo Jorge Paulo Lemann, que deixou o Conselho de Administração da TAM recentemente e não comentou a saída.A diretoria da TAM negou a intenção de aumentar as tarifas em 2%, conforme notícias divulgadas hoje. Segundo a empresa, os combustíveis subiram 10% entre abril e maio, mas ainda não há decisão a respeito da elevação das tarifas.A TAM lidera o mercado doméstico de passageiros, com 37% de participação em abril, na frente da Varig. Ela está apenas a um ponto percentual do Grupo Varig como um todo (que reúne Rio-Sul e Nordeste). No transporte internacional, a TAM tinha 11% do mercado em abril.

Agencia Estado,

17 de maio de 2002 | 17h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.