finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

TAM sai de lucro para prejuízo de R$ 28,64 mi no 2º trimestre

Demanda não compensa aumento dos custos e companhia tem o primeiro prejuízo trimestral em quase dois anos

Reuters,

10 de agosto de 2007 | 10h18

A TAM, maior companhia aérea do País, sofreu um prejuízo líquido de R$ 28,64 milhões no segundo trimestre, revertendo resultado positivo obtido um ano antes. O número marca o primeiro prejuízo trimestral da empresa em quase dois anos.  Veja também: Gol tem lucro 60% maior no 2º tri com créditos da Varig O balanço foi pressionado por aumento de custos que não foram compensados por crescimento na demanda e nas receitas em um trimestre marcado por atrasos, cancelamentos de vôos e filas em aeroportos. Na véspera, a rival Gol divulgou lucro de R$ 157 milhões, suportado por benefícios fiscais de R$ 200 milhões relacionados à compra da Varig, mas a empresa citou problemas da crise aérea do País.  A TAM alterou no trimestre passado critério de contabilização de hedge e por isso, no balanço apresentado à Comissão de Valores Mobiliários, o lucro do ano passado aparece ajustado ao novo critério, somando R$ 133,7 milhões. Sem essa alteração, o resultado do ano passado foi positivo em R$ 97,1 milhões.  O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização e leasing de aeronaves (Ebitdar, na sigla em inglês) somou R$ 252,37 milhões, queda em relação aos R$ 435,66 milhões registrados um ano antes. A margem despencou de 25,1% um ano antes para 12,8%.  A receita líquida cresceu 13,7%, para R$ 1,97 bilhão, puxada por um aumento de 19% no número de passageiros transportados. Mas os custos com serviços prestados cresceram 28,5%, para R$ 1,94 bilhão.

Tudo o que sabemos sobre:
Lucro de empresasTAM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.