finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

TAM tem nota de risco alterada

A agência de classificação de risco Standard & Poor''''s Ratings alterou a perspectiva para a TAM S.A. de estável para negativa. A classificação de BB para o crédito corporativo de longo prazo foi reiterada. ''''A revisão da perspectiva reflete o aumento das incertezas do ambiente operacional e regulatório no qual as companhias aéreas atuam no Brasil'''', diz o comunicado.A agência informou que a medida também reflete preocupações ''''crescentes'''' quanto à capacidade da empresa de lidar com o aumento dos custos diante dos gargalos de capacidade dos principais aeroportos do País. ''''Acreditamos que isso possa reduzir a eficácia da estratégia de frota doméstica da TAM e provocar um enfraquecimento dos resultados da companhia em um ambiente cada vez mais competitivo'''', disse o analista de crédito Reginaldo Takara à agência de notícias Dow Jones.O rating BB, segundo a S&P, reflete a exposição da empresa ao setor, que é cíclico, competitivo em preços e intensivo no uso de capital. A TAM, de acordo com a agência, tem um perfil alavancado e dependente do ambiente macroeconômico, mas, por outro lado, detém uma fatia de mercado sólida.

O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2022 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.