finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

'Também é preciso olhar a inflação'

É necessário rever a carteira de investimentos por conta das variações na taxa Selic?

Entrevista com

O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2011 | 03h06

Se a taxa cair muito e alcançar 9% ao ano, por exemplo, é preciso fazer conta para ver qual investimento é mais vantajoso. Mas, mais do que isso, é muito importante frisar que é necessário sempre estar de olho na inflação. Supondo que a Selic caia para 9% ao ano e a inflação fique fora da meta como está, a cerca de 6,5% ao ano, aí, certamente, é preciso repensar a carteira ou o investidor terá ganho zero ou até ganho negativo.

Por que a taxa básica de juros influencia no resultado das aplicações? E quais investimentos são afetados?

A taxa Selic impacta os ganhos da renda fixa porque ela é o piso para o cálculo das rentabilidades. A poupança fica mais vantajosa em comparação aos fundos DI e de renda fixa, que têm taxas de administração e

outros custos. A Bolsa de Valores, por sua vez, fica mais atrativa justamente

porque as outras opções de investimento passam a render menos. / R.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.