TAP-Air Portugal enfrentará greve de 4 dias

Sindicatos representando os trabalhadores da companhia aérea TAP-Air Portugal estão planejando uma greve para os dias 11, 12, 29 e 30 de abril, segundo informações do jornal Diário de Notícias. Os trabalhadores estão protestando contra os planos de privatização da empresa, o que envolverá a divisão da companhia em três partes, afirma o jornal. Em comunicado emitido ontem, a Comissão de Trabalhadores e sindicatos frisam que "os trabalhadores da TAP e suas organizações representativas já perceberam o essencial, as intenções destruidoras do governo" e realçam que estas "aparecem de braço dado com interesses e apetites privados e multinacionais, pondo em risco a sobrevivência futura da TAP". Os sindicatos pretendem solicitar audiências a todas as bancadas do Parlamento, pois consideram que o processo de contestação à privatização da empresa não se esgota exclusivamente na greve, diz o jornal português.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.