Tarifa celular vai ficar mais cara em fevereiro

A partir de 1.º de fevereiro, os donos de telefones celulares pagarão mais caro pelas tarifas telefônicas. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciará, até o fim de janeiro, um reajuste de cerca de 10% para as tarifas dos telefones celulares. Serão reajustadas as ligações de celulares para telefones fixos, de fixos para celulares e de celulares para celulares. Segundo a Assessoria de Imprensa da Anatel, este assunto ainda está sendo discutido e por isso ainda não é possível afirmar precisamente a data e nem mesmo a porcentagem de aumento. Mas o valor não deve passar de 10%. A Telesp Celular e a BCP, que operam a telefonia celular em São Paulo, não quiseram se pronunciar sobre o assunto, pois alegam que ainda não receberam nenhuma informação e que vão anunciar aumento só depois que a Anatel confirmar a data e a porcentagem. A Assessoria de Imprensa da Telesp Celular informou que não tem nada confirmado, pois a Anatel ainda não entrou em contato com as operadoras. Último reajuste foi em agostoDe acordo com a Anatel, o reajuste das tarifas ocorre uma vez por ano e o último aumento foi em agosto do ano passado para telefones móveis pós-pagos. A BCP reajustou, em média, 3,4% o valor cobrado nos planos alternativos sem, no entanto, alterar seu plano básico. Já a Telesp Celular aumentou, em média, 6% e reajustou também o preço da assinatura mensal - que era de R$ 42,00 e subiu para R$ 46,00 - e do Light 50 -, cuja mensalidade era de R$ 50,00 e foi para R$ 55,00. Nos demais planos alternativos, a operadora aumentou as tarifas apenas para os minutos excedentes. A Anatel havia autorizado, em novembro de 2001, um aumento de 11% para a Telesp Celular. Já a BCP poderia fazer a correção de acordo com o Índice Geral de Preços (IGP-DI) acumulado de maio de 1999 a maio de 2001, de 26,21%. Mas as duas operadoras não praticaram esse reajuste. Depois que a Anatel decidir a taxa de aumento e a data, repassará às operadoras que poderão aplicar o reajuste ou não. Cada operadora decide como vai praticar o aumento. Nos últimos aumentos, a maioria das empresas não aplicou o índice integralmente. Até o ano passado os reajustes das tarifas aconteciam em datas diferentes para cada operadora, mas a Anatel estava tendo dificuldades para fiscalizar a atuação e os preços de cada uma das empresas. Por isso todas as tarifas passaram a ser reajustadas em uma única vez. Telefone fixo fica mais caro em junhoA Anatel ainda informa que em junho deste ano será a vez das tarifas de telefones fixos ficarem mais caras. A Anatel anunciou, por meio de sua Assessoria de Imprensa, que, por enquanto, só está confirmado o mês, mas não de quanto será o reajuste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.