Tarifa de energia residencial da Ampla cairá 5% no Rio

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determinou nesta terça-feira, 13, uma redução de 5% nas tarifas cobradas dos consumidores residenciais pela distribuidora de energia Ampla, que atua no interior do Estado do Rio de Janeiro. Para os consumidores industriais clientes da Ampla, a agência ordenou redução de 1,77% nas tarifas.Os novos valores entram em vigor na próxima quinta-feira, dia 15. A Ampla atende a 2,143 milhões de unidades de consumo residenciais e a 6.552 consumidores industriais (de alta tensão) no interior fluminense.Parte da redução na tarifa da Ampla se deve à queda de 36,6% na cobrança da Conta de Consumo de Combustíveis (CCC) pela distribuidora, no mês passado. Segundo técnicos da Aneel, a redução na arrecadação da CCC contribuiu com uma redução média de 1,87 ponto porcentual nas tarifas. A CCC é um encargo pago pelos consumidores de energia de todo o País para subsidiar a compra de combustível pelas usinas termelétricas que abastecem os sistemas elétricos isolados, localizados principalmente da região Norte do País. É a Aneel que faz a avaliação da necessidade de compra de combustível pelas usinas.Outro fator que contribuiu para que os clientes da Ampla paguem menos pela energia foi a redução das perdas de energia da empresa com furtos ou fraudes. Segundo a Aneel, a Ampla conseguiu reduzir essas perdas, classificadas como "não-técnicas", em 1,5%, no ano passado. Matéria alterada às 15h11 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.