Tarifa de energia sobe até 29,35% no interior de SP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje um reajuste médio de 26,85% para as tarifas de energia de nove distribuidoras do interior de São Paulo. Autorizou também reajustes da energia de uma distribuidora da Paraíba e de outra do Paraná. Segundo nota da Aneel, a correção variou de 23,98% a 29,35%. Os reajustes entram em vigor hoje, exceto o da Paraíba, que valerá a partir de amanhã. Para conceder o reajuste, a Aneel levou em conta o IGP-M acumulado dos últimos 12 meses, que foi de 27,76%, e as variações de custos que as empresas tiveram no período de doze meses.Segundo a Aneel, a fórmula de cálculo inclui custos não gerenciáveis - energia comprada de geradoras, Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), Reserva Global de Reversão (RGR), taxa de fiscalização e encargos de transmissão, além dos custos gerenciáveis, sobre os quais incide o IGP-M.Os reajuste são: Companhia Luz e Força de Mococa (CLFM), que atende 33.973 unidades consumidoras em quatro municípios do interior de São Paulo, 25,03%; Companhia Sul Paulista de Energia (CSPE), que atende 57.409 unidades consumidoras em cinco municípios paulistas, 25,46%; CAIUÁ - Serviços de Eletricidade S.A., que fornece energia a 176.976 unidades consumidoras em 24 municípios do interior de São Paulo, de 28,03%; Empresa Elétrica Bragantina (EEB), de 27,74%, que atende 94.674 unidades consumidoras em 15 municípios do interior de São Paulo, 27,74%; Companhia Luz e Força Santa Cruz (CLFSC), que distribui energia a 150.602 unidades consumidoras em 27 municípios paulistas, 27 23%,; Companhia Nacional de Energia Elétrica (CNEE), que atende 81.424 unidades consumidoras em 16 municípios do interior de São Paulo, de 28,05%; Companhia Jaguari de Energia Elétrica (CJE), que fornece energia a 24.641 unidades consumidoras em dois municípios do interior de São Paulo, de 25,40%; Companhia Energética da Borborema (CELB), que atende 127.067 unidades consumidoras em sete municípios do interior da Paraíba, de 23 98%; Companhia Paulista de Energia Elétrica (CPEE), que atende 43.282 unidades consumidoras em sete municípios do interior de São Paulo, 24,88%; Companhia Força e Luz do Oeste (CFLO), que atende 39.098 unidades consumidoras no município de Guarapuava, no interior do Paraná, 24,78%; e Empresa de Eletricidade Vale Paranapanema S/A (EEVP), que atende 135.509 unidades consumidoras em 27 municípios do interior de São Paulo, de 29,35%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.