Tarifa de ônibus deve aumentar 14%

As tarifas dos ônibus intermunicipais devem sofrer reajuste de 14% até o mês que vem. O índice foi apurado por meio de estudo técnico do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), ligada à Secretaria dos Transportes. Segundo o diretor de Transportes do DER, Dagoberto Gonçalves, o aumento dos preços dos combustíveis e dos veículos foram os principais fatores para o reajuste sugerido. A decisão, porém, será do secretário de Transportes, Michael Zeitlin. Segundo o DER, o índice está sendo negociado com o Sindicato das Empresas de Ônibus Rodoviários do Estado de São Paulo. O último reajuste, em agosto do ano passado, foi de 14,51% para o transporte intermunicipal e autolotação. O transporte de ônibus com duas portas tiveram suas tarifas reajustadas em 23,16%. Gonçalves afirmou que o índice de reajuste sugerido para este ano está abaixo do Índice Geral dos Preços do Mercado (IGP-M) da Fundação Getúlio Vargas no período, que foi de 14,36%. "Este número deve subir ainda mais porque não está incluída a inflação de agosto e setembro", explicou o diretor do DER.A nova tarifa só poderá ser cobrada após publicada portaria em Diário Oficial do Estado. Deverá ser concedido prazo para o início da cobrança dos novos valores, para permitir que as empresas adaptem suas tabelas de preços e informem os passageiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.