Tarifas de energia terão novo aumento

O Plano Emergencial de Redução do Consumo de Energia Elétrica entra em vigor hoje (04). Entre outras coisas, está previsto o aumento na tarifa das contas de luz para os consumidores que gastarem mais de 200 kWh por mês. Dependendo da faixa de consumo, a sobretaxa pode chegar a 200%.Mas também está previsto nos contratos de concessão entre as empresas e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) um aumento anual sobre as tarifas de energia elétrica para cada distribuidora em períodos diferentes. Em julho, uma das empresas autorizadas a aplicar o aumento é a Eletropaulo. Segundo a Assessoria de Imprensa da Aneel, os índices de aumento da tarifa não podem ser divulgados antes do prazo para evitar especulação no mercado. A taxa leva em conta a inflação do período e a variação do preço dos insumos utilizados no fornecimento de energia elétrica. Na última ata do Comitê de Política Monetária (Copom), o Banco Central (Bacen) divulgou a projeção para o reajuste das tarifas de energia elétrica até o final deste ano. O índice saltou de 15,8% para 20% e leva em conta também o efeito da cobrança de sobretaxa sobre as contas dos consumidores residenciais.Veja abaixo o período de aumento de tarifa das principais distribuidoras de energia e os valores em porcentagem estabelecidos no ano passado para cada uma delas. Duas já aplicaram o aumento em abril: a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), de 16,93%; e Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), de 17,13%.EmpresaMês de aumentoNº de clientesAumentos anterioresRegiões atendidasEletropauloJulho4,6 milhões13,83% -200024 municípios do Estado de São Paulo, incluindo a Capital. Outros municípios: Diadema, Mauá, Osasco, Ribeirão Pires, Santo André, São Bernardo do Campo, São Paulo.Bandeirante EnergiaOutubro2,2 milhões 14,7% - 200055 municípios do Estado de São Paulo. Entre eles: Praia Grande, Santos, São Vicente, Sorocaba, Guarulhos, São José dos Campos e Taubaté.CPFL - Companhia Paulista de Força e LuzAbril2,7 milhões 6,98% - 200017,13% - 2001234 municípios do Estado de São Paulo. Entre eles: Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto, Araraquara, Piracicaba, Marília, São Carlos, Franca, Americana, Araçatuba e BarretosCemig ? Companhia Energética de Minas Gerais Abril4,3 milhões12,23% - 200016,96% - 2001774 municípios que correspondem a 96% do território do Estado de Minas GeraisElektroAgosto1,6 milhão 14,48% - 2000228 municípios ? 223 no Estado de São Paulo e 5 no Mato Grosso do Sul. Entre eles, Rio Claro, Limeira, Atibaia e Guarujá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.