Tarifas de transmissão de energia sobem até 12%

As tarifas de transmissão de energia elétrica foram reajustadas de 10% a 12% neste mês de julho, que passará a ser a data-base destes reajustes no futuro. A tarifa é cobrada pelas empresas para transportar a energia das usinas geradoras para as empresas distribuidoras. A Resolução 359 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que autorizou o reajuste, foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União, com data de assinatura de 1º de julho.O índice padrão de reajuste foi de 10,0567%, correspondente à variação do IGP-M de junho de 2001 a maio de 2002, acrescido da cobrança da taxa para pesquisa e desenvolvimento, que foi estendida também às companhias transmissoras.Como algumas empresas tinham reajuste contratual em maio o cálculo incorporou um mês a mais de IGP-M, totalizando 11,9772% . Foi o caso da Celtins (TO), Cemig (MG), Coelba (BA) e Escelsa (ES). A CEEE (RS) foi autorizada a reajustar as tarifas em 12,24%, devido a uma revisão do contrato de concessão, que havia sido assinado em outubro de 2000.

Agencia Estado,

16 de julho de 2002 | 21h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.