REUTERS/Jon Nazca
REUTERS/Jon Nazca

Tarifas dos EUA sobre carros europeus seriam 'um desastre', diz comissária da UE

Cecilia Malmström enfatizou que 'não há vencedores' em uma guerra comercial

Gabriel Bueno da Costa, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2018 | 09h42

A comissária da União Europeia para o Comércio, Cecilia Malmström, enfatizou em discurso nesta quinta-feira que "não há vencedores" em uma guerra comercial, além de advertir que tarifas dos Estados Unidos sobre carros europeus seriam "um desastre". As declarações são dadas em momento de tensões no comércio com os EUA.

+ Guerra comercial diminui confiança de indústrias americanas, mostra relatório

A autoridade comentou em Bruxelas as tarifas impostas pelo governo do presidente americano, Donald Trump, sobre suas importações de aço e alumínio. Ela diz ter tentado persuadir os americanos de que a Europa não é a fonte do problema, porém não teve sucesso. "Pelo menos em aço e alumínio o mundo enfrenta inegavelmente desafios como resultado do excesso de capacidade global – a raiz desse problema é a China", argumentou. "Mas medidas similares sobre os carros seriam desastrosas."

+ Empresários do G20 divulgam manifesto contra adoção de barreiras comerciais

Malmström lembrou que o montante de comércio afetado nesse caso seria muito maior. As exportações da UE de aço e alumínio sujeitas às tarifas dos EUA representam 6,4 bilhões de euros por ano, enquanto as de carros e partes de veículos superam 50 bilhões de euros a cada ano. A comissária sugeriu que os EUA podem ter lançado mão dessa estratégia como "uma medida ilegal para ganhar fôlego nas negociações comerciais".

Segundo Malmström, é preciso adotar medidas para que o ambiente no comércio global melhore. "Esperamos que possamos encontrar meios de trabalhar juntos para avançar numa agenda positiva de comércio, mutuamente benéfica", defendeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.