Tarifas promocionais para a ponte Rio-SP

A guerra de preços entre as companhias aéreas chegou ao trecho mais nobre da aviação comercial no País. A maior ofensiva, desta vez, parte da TAM, que amanhã vai baixar de R$ 208 para R$ 99 o valor da passagem no mais movimentado trecho do País, para os vôos entre 10 horas e 16h30. Mas a Transbrasil, que retornou à ponte no dia 13 de fevereiro com tarifas promocionais de R$ 116, já anunciou que venderá passagens por R$ 98, a partir de hoje, nas mesmas condições da concorrente.A TAM ainda estendeu as tarifas promocionais, nos horários fora do pico de movimento, para os trechos que ligam Congonhas a Brasília (R$ 175, ante um preço máximo R$ 429), Porto Alegre (de R$ até R$ 428 por R$ 175), Curitiba (de R$ 238 por R$ 171) e Belo Horizonte/Pampulha (a queda é de R$ 316 para R$ 228). Nas outras rotas domésticas, o desconto de 40% para passagens adquiridas 21 dias antes do vôo passa a valer para as compradas com 14 dias de antecedência.Na prática, os descontos oferecidos na ponte aérea se estendem a apenas 10% do total de assentos no trecho, mas o vice-presidente da TAM, Luiz Eduardo Falco ressalva que, em números brutos, a oferta equivale a 70 aviões, ou 9.100 passagens por dia.

Agencia Estado,

21 de março de 2001 | 18h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.