Tata Steel prevê alta acentuada do preço do aço no atual ano fiscal

Reajuste ocorrerá em resposta ao aumento da demanda e ao crescimento do custo das matérias-primas 

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

19 de julho de 2010 | 10h32

Os preços do aço devem aumentar acentuadamente neste ano fiscal, iniciado em 1º de abril, ao mesmo tempo em que a demanda mundial melhora, afirmou a siderúrgica indiana Tata Steel em seu relatório anual. Os preços do aço também vão subir em resposta ao crescimento do custo das matérias-primas, tais como o minério de ferro e o carvão coque, destacou a empresa.

A forte demanda dos setores de construção e industrial deve provocar um crescimento de 10% das vendas de aço na Índia no atual ano fiscal, segundo o relatório.

A companhia afirmou, no entanto, que o significante aumento do custo das matérias-primas, o aperto das taxas de juros e a alta da inflação podem restringir alguns ganhos das companhias siderúrgicas indianas neste ano fiscal.

A Tata Steel está em conversações com bancos, incluindo o Bank of Scotland, Citigroup e o HSBC, para refinanciar até 3 bilhões de libras (US$ 4,59 bilhões) em dívidas que tomou como parte da compra da siderúrgica anglo-holandesa Corus, afirmaram fontes familiarizadas com as conversações.

A Tata Steel pagou 6,2 bilhões de libras pela Corus em 2007 no auge do crescimento do mercado de commodities. Mas a subsequente desaceleração econômica afetou as vendas e o lucro da Corus, tornando difícil o pagamento da dívida pela siderúrgica indiana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
tata steelaltapreçoaçoano fiscal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.