Taxa de desemprego da França sobe a 9,3%

A taxa de desemprego na França subiu para 9,3% em março, o maior nível desde agosto de 2000, segundo o Ministério do Trabalho do país. Economistas estavam divididos entre estimativas de 9,2% e 9,3%. O número de trabalhadores desempregados teve acréscimo de 16 mil, subindo para 2,505 milhões de pessoas. Em fevereiro, o índice de desemprego foi de 9,2%, e em março de 2002, de 8,9%. O aumento do número de desempregados reflete a fraca economia da zona do euro e eleva o risco de que os gastos de consumo possam continuar pressionados nos próximos meses. Segundo pesquisa feita em abril, os franceses esperam que o desemprego cresça, o que pode levar a um círculo vicioso, em que a diminuição dos gastos com consumo leva a mais demissões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.