Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Taxa de desemprego fica em 11,4% em agosto, apura IBGE

A taxa de desemprego nas seis regiões metropolitanas pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) subiu para 11,4% em agosto ante 11,2% em julho. Segundo o Instituto, a variação de um mês para o outro "não foi estatisticamente significativa".O número de pessoas ocupadas nas seis regiões ficou estável em agosto ante julho e subiu 3,8% em relação a agosto do ano passado, totalizando 19,2 milhões de ocupados.O número de desocupados (desempregados e procurando trabalho) cresceu 2% em agosto ante julho e caiu 11,2% perante agosto de 2003, somando 2,46 milhões de pessoas.O rendimento médio da população ocupada das seis regiões caiu 1,4% em agosto ante julho e registrou queda de 0,9% em comparação a agosto do ano passado, totalizando R$ 893,10.

Agencia Estado,

23 de setembro de 2004 | 10h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.