Taxa de desemprego no Japão foi de 3,8% em dezembro

A taxa de desemprego no Japão ficou em 3,8% em dezembro do ano passado, o mesmo nível registrado no mês anterior, segundo o Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações do país. Economistas previam que a taxa subiria para 3,9% no mês passado. Segundo os dados do Ministério, o número total de desempregados caiu 130 mil no ano, no 25º mês seguido de recuo. O resultado indica que as empresas estão dispostas a contratar, apesar dos riscos à economia japonesa. No entanto, analistas afirmaram que o ritmo de melhora dos dados de emprego pode desacelerar em breve. ConsumoOs gastos gerais com consumo dos japoneses aumentaram 2,2% em dezembro de 2007 em termos reais na comparação com o ano anterior. O resultado contrariou as previsões de queda de 0,2%. Foi a primeira alta em dois meses. Em novembro do ano passado, os gastos caíram 0,6%.Os dados sugerem que apesar do fraco crescimento dos salários e dos preços elevados de energia, os consumidores apresentam estabilidade nos gastos. No entanto, analistas alertaram que os riscos de que o consumo caia a uma grande margem estão aumentando. Os gastos com consumo são uma importante medida do consumo pessoal, que contribui com cerca de 55% do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todas as riquezas de uma nação) japonês. VarejoAs vendas no varejo no Japão subiram 0,2% em dezembro do ano passado ante o mesmo mês de 2006, segundo os dados preliminares do Ministério da Economia, Comércio e Indústria. Foi o quinto mês consecutivo de alta. Economistas previam alta de 0,1%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.