Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Taxa de desemprego nos EUA ainda é bom sinal da economia, diz estudo do Fed

A taxa de desemprego dos Estados Unidos nos últimos anos tem sido uma boa medida de folga na economia, disse estudo publicado nesta segunda-feira pelo Federal Reserve Bank de San Francisco.

Reuters

21 de abril de 2014 | 15h29

De fato, a taxa de desemprego tem respondido ao crescimento do PIB desde a crise financeira essencialmente da mesma maneira que o tem feito em cada recessão desde a década de 1970, escreveram os autores do documento, elevando-se quando a produção econômica desacelera e caindo quando acelera.

"A taxa de desemprego continua a ser uma boa medida sumária de folga econômica", escreveu Mary Daly, do departamento de pesquisa do Fed de San Francisco, e John Fernald, um conselheiro sênior de pesquisa do Fed de São Francisco, na última edição dA Carta Econômica do banco.

Descobrir a extensão exata de folga na economia é uma das questões mais importantes para os formuladores de políticas monetárias, disse a presidente do Fed Janet Yellen.

Se os políticos a subestimam, podem perder a chance de dar à economia o impulso extra de que precisa. Se o superestimarem, podem dar excesso de estímulos na economia e provocar inflação.

(Reportagem de Ann Saphir)

Tudo o que sabemos sobre:
MACRODESEMPREGOEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.