Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Taxa de investimento sobre PIB é a maior desde 1991

A taxa de investimento (investimento sobre o PIB) chegou a 21% no 3º trimestre de 2004, segundo divulgou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa é a maior para um 3º trimestre desde 1991 e foi superior às registradas no 2º trimestre de 2004 (18,9%) e no 3º trimestre de 2003 (17,8%). A taxa de poupança bruta (poupança sobre o PIB) ficou em 25,3% no 3º trimestre, a maior para o período desde o 3º trimestre de 1994. A taxa ficou estável se comprada ao 2º trimestre deste ano (25%) e foi maior do que havia sido registrada no 3º trimestre do ano passado (22,6%).A analista do PIB trimestral do IBGE, Rebeca Palis, disse que o aumento da taxa de investimento no terceiro trimestre foi impulsionado especialmente pelo aumento dos investimentos na construção civil, que vinham caindo há três anos consecutivos.Segundo ela, os investimentos em máquinas e equipamentos também subiram. A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) calculada pelo IBGE, inclui máquinas e equipamentos e construção civil, a taxa de investimento e o porcentual dos investimentos no PIB.Rebeca explicou também que a elevação da taxa de poupança contribuiu para o crescimento dos investimentos, já que a poupança bruta é a renda bruta menos o consumo, ou seja, o que sobra para investimentos, para quitar dívida ou elevar reservas.Ela destacou ainda que a capacidade de financiamento (o que sobre na economia brasileira para quitar dívidas, investir fora do País, ou aumentar reservas) foi de R$ 15,56 bilhões, a maior para um terceiro trimestre, desde 1994.

Agencia Estado,

22 de dezembro de 2004 | 12h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.