Taxa Preferencial subiu para 17,5% em julho, diz BC

A Taxa Preferencial Brasileira, que mostra o custo dos financiamentos para grandes empresas que tomam empréstimos nos bancos, passou de 16,9% ao ano em junho para 17,5% ao ano em julho, informou hoje o Banco Central (BC). O spread da taxa prime, que é a diferença entre a taxa prime e a taxa de referência de curto prazo, também se elevou no período, passando de 4,9 pontos porcentuais para 5,2 pontos porcentuais. "Os spreads das operações com as empresas classificadas como ''cliente preferencial'' são similares aos observados internacionalmente", assinala o documento de apresentação do BC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.