Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

TCU aponta falhas na manutenção de hidrovias no País

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou ao Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) que fiscalize efetivamente o Programa Manutenção de Hidrovias. O tribunal identificou diversas falhas no programa, entre elas a incapacidade de manter a navegabilidade das hidrovias, falta de articulação entre as administrações hidroviárias e dificuldade de obter licenças ambientais. O TCU também fez determinações à Casa Civil da Presidência da República, que deverá instalar o Conselho Nacional de Integração de Políticas de Transporte (Conit), em até 60 dias.O transporte hidroviário é mais econômico que o ferroviário, rodoviário e aéreo. Um único navio pode transportar 1,2 mil toneladas. Para transportar essa mesma carga seriam necessários 40 vagões de trem ou 60 caminhões. Hoje, o setor rodoviário responde por cerca de dois terços (67%) do transporte nacional e o hidroviário por apenas 12%. Para o TCU, se o Brasil invertesse a prioridade do setor rodoviário em favor do hidroviário, a economia estimada seria de 57%, relativa ao consumo de combustível. Essas constatações constam do primeiro monitoramento feito pelo TCU relativo a auditoria sobre o Programa de Manutenção de Hidrovias.

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

24 de junho de 2008 | 09h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.