TCU multa ex-diretores da Petrobras

O Tribunal de Contas da União (TCU) rejeitou as justificativas apresentadas e multou, individualmente, em R$ 20 mil os ex-membros da Diretoria Executiva da Petrobras: Francisco Gros, Rogério Almeida Manso da Costa Reis, Jorge Marques de Toledo Camargo, José Coutinho Barbosa, Irani Carlos Varella, João Pinheiro Nogueira Batista e Antônio Luiz Silva de Menezes. Segundo nota do TCU, os ex-dirigentes da Petrobras são acusados de cometer irregularidades na participação da empresa no projeto "Comunicação Integrada de Governo", na gestão de Fernando Henrique Cardoso. De acordo com a nota, o TCU considerou ilegal a participação de recursos da Petrobras na campanha publicitária "Brasil 8 anos - Construindo o Futuro". O tribunal entendeu que a propaganda sobre políticas públicas do Governo Federal "não teve a devida correspondência com a imagem institucional" da empresa. Os ex-dirigentes da Petrobras terão prazo de 15 dias para comprovar o recolhimento das dívidas. Do contrário serão cobrados judicialmente. A nota do Tribunal acrescenta, no entanto, que cabe recurso da decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.