TCU nega pedido da Cemig e confirma autorização para leilão de usinas 

TCU nega pedido da Cemig e confirma autorização para leilão de usinas 

Leilão das quatro hidrelétricas ocorrerá no final de setembro; governo espera arrecadar pelo menos R$ 11 bilhões com a oferta

André Borges, O Estado de S.Paulo

09 de agosto de 2017 | 17h33

BRASÍLIA - O Tribunal de Contas da União (TCU) negou hoje um pedido apresentado pela estatal mineira Cemig, para paralisar o processo de leilão das hidrelétricas de São Simão, Jaguara, Miranda e Volta Grande.

+Aneel aprova edital de leilão de 4 usinas da Cemig

Como a decisão foi aprovada pelo plenário da corte de contas, só resta agora à Cemig esperar uma resposta do Supremo Tribunal Federal (STF). A estatal terá seu pedido de liminar analisado pela 2ª Turma do STF no dia 22 deste mês.

Ontem, a diretoria colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o edital do leilão, que foi marcado para o dia 27 de setembro, na B3, em São Paulo. O edital manteve a projeção do governo de arrecadar pelo menos R$ 11,055 bilhões com a oferta das usinas.

O TCU já havia autorizado a realização do leilão há uma semana, mas solicitou mudanças em algumas estimativas técnicas aplicadas pela Aneel para precificar as usinas. A agência realizou as mudanças, sem mexer nas estimativas de receita que espera obter com as novas concessões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.