TCU quer cálculo de energia divulgado pela internet

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Humberto Souto, recomendou à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que o processo de revisão das tarifas de energia elétrica seja amplamente divulgado pela internet. O TCU fez um primeiro acompanhamento do processo de revisão das tarifas cobradas pelas Centrais Elétricas do Espírito Santo (Escelsa) - que atende a 850 mil consumidores - e avaliou que o processo é muito complexo. Conforme nota distribuída pelo TCU, foram verificadas algumas impropriedades nos procedimentos adotados pela Aneel. O objetivo do TCU, segundo afirmou Humberto Souto na nota do tribunal, "é contribuir para uma maior precisão técnica e transparência dos processos de revisão tarifária, de forma a assegurar que a tarifa paga pelos cidadãos tenha sido calculada corretamente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.