Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Técnico do FMI desconhece intenção de não renovar acordo

O chefe da missão do Fundo Monetário Internacional (FMI), Jorge Márquez-Ruarte, afirmou que não tem conhecimento sobre a intenção do governo brasileiro de não renovar o acordo com o Fundo. O acordo firmado em setembro do ano passado, e que garantiu ao País uma linha de US$ 30 bilhões, termina em dezembro. "Não tenho nenhuma notícia disso", afirmou Ruarte ao deixar o Banco Central, onde esteve reunido com o presidente da instituição, Henrique Meirelles, e com os diretores Ilan Goldfajn (Política Econômica), Luiz Augusto Candiota (Política Monetária) e Beny Parnes (Assuntos Internacionais). Durante o encontro, segundo relato do diretor do FMI, foram discutidos todos os aspectos da macroeconomia brasileira. "Falamos de toda a macroeconomia e está tudo bem", disse. Ao ser questionando se haveria possibilidade do governo brasileiro adiar o pagamento da primeira parcela do empréstimo que vencerá nos próximos meses, Ruarte disse apenas que a questão não foi discutida. Segundo Ruarte o primeiro pagamento que o governo brasileiro terá que fazer ao Fundo é de pouco mais de US$ 4 bilhões.

Agencia Estado,

06 de maio de 2003 | 13h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.