Técnicos da Receita marcam paralisação de 72 horas

Os técnicos da Receita Federal decidiram fazer, a partir de amanhã, novo movimento de paralisação, por três dias, contra a medida provisória que cria a Receita Federal do Brasil, também denominada Super Receita.Na semana passada, os técnicos já promoveram uma mobilização de 72 horas, que chegou a afetar o desempenho da balança comercial do País, segundo informou hoje o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior(MDIC).O presidente do sindicato, Paulo Antenor de Oliveira, reclamou da forma como a MP foi editada, sem que a categoria tivesse sido ouvida. A estratégia agora, disse ele, além da greve, é buscar mudanças por meio de emendas à MP quando ela tramitar no Congresso.Os técnicos da Receita não são contra a criação da Super Receita, mas querem poder, com a mudança, ser promovidos também por mérito ao cargo de auditor. Oliveira disse que a categoria não tem sido reconhecida pelo governo e que a forma de chamar atenção é "fazendo falta".Também os auditores da Receita Federal marcaram uma mobilização em que pretendem decidir que posição tomar em relação à MP. O movimento deles está marcado para quarta-feira.

Agencia Estado,

25 de julho de 2005 | 19h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.