Técnicos europeus virão ao Brasil para inspecionar rebanho

Mesmo com o ressurgimento da febre aftosa no Mato Grosso do Sul, o governo brasileiro prepara-se para receber, no mês que vem, veterinários da União Européia que inspecionarão as condições sanitárias do rebanho brasileiro. A agenda e os locais das visitas ainda não foram definidos, mas é provável que os europeus visitem as regiões dos focos da doença descobertos no final de 2005. No ano passado, foram diagnosticados 40 casos da doença no Mato Grosso do Sul e no Paraná. Por causa dos focos, a União Européia barrou as importações de carne bovina dos dois estados e também de São Paulo.Um dos objetivos da visita é tentar restabelecer o comércio. Mas um novo foco de aftosa foi confirmado em abril no município de Japorã, no Mato Grosso do Sul. O caso mais recente foi detectado em fazenda com rebanho de 137 bovinos, animais que foram sacrificados. Ao ser questionado se o novo foco dificultava as negociações com a União Européia, o diretor da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Odilson Ribeiro, respondeu que "sempre atrapalha". "O ideal é que não tivesse o foco", completou. A União Européia é o principal destino dos carregamentos brasileiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.