coluna

Carolina Bartunek: ESG, o que eu tenho a ver com isso?

Tecnisa e PDG vendem 86% do total lançado do 'Jardim das Perdizes'

A Tecnisa e a PDG Realty disponibilizaram para venda quatro torres do bairro planejado "Jardim das Perdizes", localizado na zona oeste de São Paulo, e venderam 367 unidades no primeiro final de semana, correspondente a 86 por cento do total já lançado.

Reuters

11 de março de 2013 | 19h34

As quatro torres têm valor geral de vendas (VGV) de 804 milhões de reais em um total de 428 unidades, com área de 159 a 283 metros quadrados cada, além das coberturas, informaram as companhias em fato relevante conjunto nesta segunda-feira.

A construção das torres terá início imediato, segundo o documento. Para isso, as empresas fecharam um financiamento de 750 milhões de reais com o Santander, volume suficiente para o desenvolvimento das 10 primeiras torres, segundo as empresas.

"As companhias informam que continuam trabalhando na aprovação das demais fases do empreendimento", segundo o documento.

A Tecnisa possui participação de 69,53 por cento no Jardim das Perdizes, enquanto a PDG possui 25 por cento. Os outros 5,47 por cento são da BV Empreendimentos e Participações.

(Por Juliana Schincariol, no Rio de Janeiro)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.