finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Tele venezuelana anuncia calote de dívida

A maior companhia de telecomunicações da Venezuela, CANTV (CA Nacional Telefonos de Venezuela SA), informou que entrou em default (calote) em uma dívida de US$ 245 milhões envolvendo bônus e bancos, porque espera a aprovação do governo para fazer um pagamento de juros a credores que detêm bônus que vencem em 2004. A empresa disse que espera pagar seus credores até o próximo dia 15, no máximo. O governo venezuelano suspendeu a venda de moeda estrangeira em janeiro para proteger as reservas internacionais que estavam caindo em meio à crise financeira do país. Depois de deixar de pagar US$ 4,6 milhões que venceram em 1º de agosto, a CANTV informou que esperava que a Cadivi, comissão governamental para a administração do câmbio, liberasse os recursos para que a empresa pagasse seus compromissos antes que terminasse o prazo de carência de 30 dias para o default. Mas agora, depois de ter concluído a entrega da documentação necessária há mais de uma semana, o prazo venceu e a empresa ainda está esperando pela resposta da Cadivi. Gustavo Antonetti, diretor de relações com o investidor da CANTV na Venezuela, disse que a empresa desconhece por que a aprovação ainda não foi dada. Agora que a CANTV está em default técnico, os credores têm o direito de adotarem medidas legais para recuperar o dinheiro devido. Diferentemente de outros devedores que entram em default, a CANTV gerou caixa suficiente para cumprir os pagamentos vencidos, tendo cerca de US$ 130 milhões em reservas. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.