Telebrás se prepara para começar plano de banda larga em dezembro

A expectativa da empresa é começar a conectar os municípios previstos no projeto-piloto do PNBL ainda este ano

Karla Mendes, da Agência Estado,

30 de setembro de 2010 | 16h58

A Telebrás vai começar a atender as primeiras 100 cidades do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) em dezembro. A empresa divulgou nota informando que todos os equipamentos e serviços necessários para a operação da rede nacional de telecomunicações e início da conexão das primeiras 100 cidades dos anéis Sudeste e Nordeste contempladas pelo programa constam nos termos de referência e no edital de infraestrutura que a Telebrás publica até o início da próxima semana no Diário Oficial da União. A expectativa da empresa é começar a conectar os municípios previstos no projeto-piloto do PNBL ainda em dezembro.

A estatal divulgou as especificações técnicas dos equipamentos, softwares e serviços que farão o roteamento das demandas de tráfego na rede, a chamada rede IP, para consulta pública na internet no site da empresa. As contribuições para os três termos de referência serão aceitos até 14 de outubro (www.telebras.com.br). Expirado esse prazo, serão analisadas pela área técnica da Telebrás para a elaboração dos editais.

A Telebrás informou que amanhã estará disponível no site da empresa mais uma consulta pública para a contratação de enlaces de rádios digitais, cuja função será distribuir o sinal do backbone (espinha dorsal da rede) até a sede dos municípios contemplados pelo PNBL. Nos próximos dias, também será publicado o edital para a contratação da infraestrutura para os 241 Pontos de Presença (POPs) da rede que serão instalados no País até 2012. Segundo a empresa, essa é a infraestrutura que abrigará todos os equipamentos para o funcionamento da rede nacional de telecomunicações e garantirá o fornecimento de energia elétrica, climatização, segurança física como sistema de vigilância, controle de acesso e sistema de aterramento, entre outros.

Todas as contratações serão feitas por pregão eletrônico por meio do sistema de registro de preços. A previsão do presidente da Telebrás, Rogério Santanna, é que as licitações ocorram em outubro (infraestrutura e DWDM) e em novembro (rede IP e enlaces de rádio).

As sugestões para os termos de referência postos em consulta pública podem ser encaminhadas por meio do endereço http://www.telebras.com.br/ ou https://www.consultas.governoeletronico.gov.br/ConsultasPublicas/index.do, pelo fax (61) 3415-2783, pelo e-mail licitacao@telebras.com.br ou por carta, que deve ser encaminhada para o endereço: Telecomunicações Brasileiras S.A - Telebrás. Diretoria de Administração; SCN Quadra 04 - Bloco "B" - 9º andar - Sala 903; Centro Empresarial Varig; CEP: 70714-900, Brasília - DF.

Tudo o que sabemos sobre:
Telebrásinternetbanda larga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.