Telebrasil: banda larga cresce 51,5% em março

O uso da banda larga cresceu 51,5% em março, na comparação com o mesmo mês de 2010, ao atingir 38,5 milhões de acessos no primeiro trimestre deste ano, segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). De acordo com a entidade, a expansão do serviço coloca o Brasil, conforme as consultorias internacionais, na oitava posição no mercado mundial de banda larga móvel e em nono lugar entre os países com maior número de acessos fixos.

KARLA MENDES, Agencia Estado

20 de abril de 2011 | 14h47

Os acessos de banda larga fixa alcançaram 14 milhões no fim do trimestre passado, um crescimento de 20,5% em relação a março de 2010. Já as conexões em banda larga móvel - que compreendem as oferecidas por meio de modems de conexão à internet e terminais de terceira geração (3G), como os smartphones - tiveram uma evolução de 77,7%, saltando de 13,7 milhões para 24,4 milhões no mesmo período.

A Telebrasil destaca dados consolidados pela consultoria Informa e pela organização 4G Americas, no fim de 2010, que já posicionava o Brasil como o país latino-americano com maior crescimento na banda larga móvel. O País também liderava, com 59%, o ranking de acessos a esse serviço na região, seguido por Argentina (10%), México (6%) e Colômbia (5%).

O levantamento da Telebrasil mostra também a queda de acessos de banda larga fixa no Brasil com velocidades inferiores a 1 Mbps. As conexões acima de 2 Mbps, segundo a entidade, já representam 20% dos acessos - é nesta faixa que se verifica o maior ritmo de crescimento. A banda larga móvel está presente em 1.441 municípios, enquanto a fixa atende mais de 5 mil municípios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.