Telecom Itália promete se defender

O presidente da Telecom Italia, Gabriele Galateri de Genola, disse ontem que a companhia "tutelará de maneira correta e decidida os interesses do grupo", ao se referir à situação pela qual a empresa atravessa na Argentina. Em agosto, a comissão antimonopolista argentina determinou que a Telecom Italia venda os ativos da filial no país por considerar que a entrada da Telefónica como sócia da empresa italiana geraria concentração de mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.