Telefonia celular lidera índice de reclamação nos Procons

O setor de telefonia é o que mais recebe reclamações nos Procons entre os serviços essenciais, como energia, água e esgoto e transportes. Os números foram apresentados nesta quarta-feira, em audiência pública da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados, pela diretora-substituta do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, Juliana Pereira da Silva.Dos cinco assuntos que mais mobilizaram os Procons, de outubro de 2004 a fevereiro de 2006, o que aparece em primeiro lugar é o serviço de telefonia celular, com cerca de 49 mil reclamações. A telefonia fixa aparece em segundo lugar, com 39 mil demandas.De acordo com dados apresentados pela diretora do DPDC, os maiores problemas se referem a cobranças indevidas ou abusivas e a dificuldades em rescindir o contrato. Também há um índice alto de consulta sobre os serviços oferecidos pelas empresas. Os números dizem respeito a Procons de 53 cidades integrados ao DPDC.A audiência pública na Câmara realizada nesta quarta-feira foi convocada para discutir a nova forma de cobrança da telefonia fixa local, que passa a ser por minutos e não mais por pulsos e deverá estar totalmente implantada até 31 de julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.