Telefônica amplia entrega de linhas

A Telefônica está ampliando as áreas de entrega de linhas telefônicas em até 15 dias após o pedido. São 19 áreas na capital, 17 na Grande São Paulo e 38 no interior e no litoral. A previsão é da instalação de 10,8 milhões de linhas até dezembro de 2001. O objetivo da empresa é seguir as exigências do Plano de Metas da Anatel.Entre os novos beneficiados da capital, encontram-se moradores dos seguintes bairros: Vila Madalena, Consolação e Liberdade, Berrini, Campo Grande, Carandiru, Chácara Santo Antônio, Conceição, Jardim Celeste, João Dias, Vila Mariana, Moema, Penha de França, Real Parque, Santo Amaro, Vila Guilherme, Benjamin Constant, Vila Alpina e Vila Prudente.Na Grande São Paulo, a instalação em até 15 dias é prevista para alguns bairros dos municípios de Itapevi, Mairiporã, Mauá, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Santo André. No interior e no litoral, a Telefônica atende nesse prazo pedidos em Adamantina, Ajapi, Araçariguama, Atibaia, Campinas, Cardoso, Cosmorama, Cubatão, Engenheiro Caetano Coelho, Flórida Paulista, Guarujá, Jumirim, Jundiaí, Jurupema, Nova Palmira, Paulínia, Ponte Alta, Porto Feliz, Presidente Prudente, Rubiacéia, São João da Boa Vista, Salto, Santos, São José do Rio Preto, Santo Antônio Aracanguá, Santo Antônio do Viradouro, Trabiju e Vinhedo.Operadora que eliminar lista de esperaAté junho, a operadora pretende acabar com a fila de espera, calculada em 1,5 milhão de consumidores, cobrando R$ 76,62 pela instalação da linha. Para saber a previsão de entrega em sua área, ligue para 104 mais o prefixo da área da instalação. Em 1998, a demanda reprimida era de 3 milhões de linhas. A Vésper, empresa-espelho da Telefônica, está suprindo gradativamente a demanda. Até o fim do ano, deverão ser entregues 300 mil linhas residenciais. A empresa pede cinco dias úteis para instalar linhas e cobra R$ 99,00, em três vezes.

Agencia Estado,

30 de outubro de 2000 | 18h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.