Telefônica contesta nota do Idec

A Telefônica, em nota oficial, está contestando informação divulgada hoje pelo Idec - Instituto de Defesa do Consumidor (veja link abaixo) -, sobre a cobrança de taxa na consulta de número de telefone no auxílio à lista. O artigo do Idec alerta que o consumidor de São Paulo tem direito de obter gratuitamente listas telefônicas de outras regiões além da sua. E afirma que a Telefônica cobra R$ 0,87 por consulta pela informação de telefone. Na nota oficial da Telefônica (íntegra abaixo), a empresa afirma que não cobra esta taxa quando o telefone consultado é de outra região da cidade.A nota oficial também reforça informação que já havia sido dada pelo Idec, de que o assinante tem direito a solicitar os catálogos de outras regiões gratuitamente. A nota da Telefônica diz que não é necessário recorrer à medida judicial para obter o catálogo telefônico. O artigo do Idec, é importante destacar, informa justamente que o assinante da Telefônica tem direito ao catálogo. Se a empresa não fornecer o catálogo, o Idec recomenda procurar resolver a questão com a própria empresa. A solução de recorrer ao Juizado Especial Cível seria uma última opção, segundo o artigo do Idec.Veja abaixo a íntegra da nota oficial da Telefônica. Nota à Agência EstadoA Telefônica esclarece que, ao contrário do que afirma o Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC), em artigo publicado hoje na Agência Estado, não é feita a cobrança da taxa de R$ 0,87 quando o usuário solicita um número de telefone fora da região onde reside. A taxa existe apenas quando a solicitação diz respeito a um número da mesma região de onde a ligação é feita. A cobrança existe porque o assinante já dispõe dos números de sua região no catálogo telefônico que recebe, gratuitamente, em sua casa.A Telefônica esclarece, ainda, que divulga de forma ampla a opção de o assinante solicitar e receber, também gratuitamente, catálogos telefônicos de outras áreas da cidade, além daquela onde possui a linha. Para isso, basta ligar para 0800 80 45 45 e fazer o pedido, não havendo necessidade, como menciona o artigo de autoria do IDEC, de recorrer a qualquer medida judicial.O serviço de informações ao assinante sobre números de telefone está também disponível, sem nenhum custo, na Internet, por meio do endereço eletrônico www.telefonica.net.br.A Telefônica coloca-se à disposição para quaisquer outros esclarecimentos.TelefônicaAssessoria de Imprensa

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.