finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Telefónica oferece 3 bilhões de euros pelo controle da Vivo

A companhia espanhola Telefónica ofereceu 3 bilhões de euros (US$ 4,08 bilhões) para a Portugal Telecom para ter o controle total da Vivo. A empresa deu prazo até agosto para que os portugueses respondam, segundo informa nesta segunda-feira, 9, o Financial Times.Cesar Alierta, executivo-chefe da Telefónica, disse que ele estava especialmente focado em crescimento orgânico depois de uma série de aquisições audaciosas na Europa e na América Latina. O executivo confirmou a oferta para a Portugal Telecom pelo controle da Vivo, mas não quis comentar o valor. A Portugal Telecom não comentou o assunto.Alierta disse ao jornalistas Andrew Parker e Leslie Crawford do Financial Times que a companhia espanhola não tentará fundir a Vivo e a Tim Brasil, operadora móvel da Telecom Italia, porque as autoridades regulatórias devem se opor ao negócio.No entanto, a Telefónica está em busca de uma "parceria industrial" com a Telecom Italia e que a Vivo e a Tim Brasil podem dividir a infra-estrutura móvel no Brasil. A parceria resultaria em economia de custos de 500 milhões de euros nos próximos quatro anos, especialmente com a compra conjunta de equipamentos.Negócios na FrançaAlierta descartou a compra da Bouygues Telecom, a terceira maior operadora de celulares da França. Ele também descartou a compra de ativos norte-americanos, como a subsidiária da Deutsche Telecom nos EUA.O executivo previu a consolidação inter fronteiras das principais operadoras de telefonia da Europa e não descarta a possibilidade de que a Telefónica possa assegurar, eventualmente, o controle da Telecom Italia, a maior empresa italiana de telecomunicações - a empresa espanhola, em conjunto com um grupo de companhias italianas, comprou participação na Olimpia, a holding que controla a TI.A companhia espanhola tem negócios em 13 países da América Latina, continente que se tornou o motor de crescimento da empresa.Se o acordo referente à Vivo for fechado com a Portugal Telecom, o grupo espanhol provavelmente venderá a participação de 10% que tem na companhia portuguesa. A Telefónica é a maior acionista individual da Portugal Telecom. Adquirir o controle total da Vivo é a prioridade dos espanhóis.

Patrícia Fortunato

09 de julho de 2007 | 19h10

Tudo o que sabemos sobre:
TelefónicaVivoTelecom Italia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.