Telefônica terá crédito de R$ 2 bilhões do BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um financiamento de R$ 2 bilhões para a Telesp, empresa do grupo Telefônica que atua na telefonia fixa em São Paulo. Segundo o banco, os recursos serão utilizados em modernização e expansão das redes para a prestação de serviços de comunicação de voz, dados e vídeo. Ainda segundo o BNDES, o empréstimo é um dos mais elevados já liberados para o setor, ficando abaixo apenas dos R$ 2,4 bilhões liberados para a Telemar e dos R$ 2,1 bilhões para a Brasil Telecom. Desde a privatização da telefonia em 1998, o BNDES já aprovou R$ 21,6 bilhões de financiamentos para o setor.Segundo a Telefônica, é a primeira vez que a empresa toma empréstimo do BNDES desde o início de suas operações, em 1998. ''''O cenário econômico saudável que se vive no Brasil e a conjuntura internacional torna a captação de recursos no exterior (estratégia majoritariamente adotada pela companhia até então para financiar seus investimentos) mais onerosa do que no mercado interno'''', disse a empresa, em nota. A Telefônica prevê investir R$ 15 bilhões no Brasil até 2010.O chefe do departamento de telecomunicações do BNDES, Alan Fischler, observa que as empresas do setor estão investindo pesado em banda larga. Segundo ele, a banda larga ainda é incipiente no Brasil, enquanto os tradicionais mercados das empresas de telefonia fixa, os serviços de voz, já quase não oferecem oportunidades de crescimento.

Alaor Barbosa, O Estadao de S.Paulo

11 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.