Telefônica vai distribuir conta da Intelig

A Intelig anunciou nesta quarta-feira que fechou acordo com a Telefônica para distribuição de conta conjunta aos usuários do Estado de São Paulo. Os assinantes da Telefônica receberão, a partir de janeiro, as ligações interurbanas e internacionais feitas com o código da Intelig discriminadas nas contas. O usuário pode, no entanto, optar por contas separadas.O acordo veio depois de dez meses de operações da Intelig, período em que a empresa acabou desistindo de cobrar as contas inferiores a R$ 5,00 referentes a chamadas realizadas entre janeiro e julho. Para esses casos, a Intelig resolveu beneficiar-se depois da regra da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de que contas de valores pequenos podem ser acumuladas por um período de noventa dias para, então, ser cobradas.Essa solução de contas conjuntas é importante para o resultado financeiro da Intelig, que anunciou prejuízo de US$ 100 milhões nos primeiro nove meses do ano. De acordo com a diretoria da companhia, a desistência da cobrança de algumas contas é um dos motivos para esse resultado. A expectativa inicial era de prejuízo de US$ 65 milhões no período de janeiro a setembro. O nível de inadimplência na empresa está acima de 3%. Os sócios da Intelig estão, no entanto, otimistas. A expectativa é de resultados positivos já no final de 2001. A empresa conquistou até agora 15% do mercado de chamadas internacionais, aposta chegar aos 20% no final deste ano e atingir os 40% em 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.