Telefônica Vivo confirma que fez um PDV em fevereiro

A Telefônica Vivo confirmou que realizou um Programa de Demissão Voluntária (PDV), em fevereiro, no quadro de colaboradores de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A empresa negou, no entanto, que exista alguma definição sobre uma suposta reorganização com a compra da GVT. Em nota enviada à imprensa, a companhia não revela o número de trabalhadores que aderiram ao PDV e justifica que a reorganização foi feita para obter maior sinergia de processos e atividades, a fim de enfrentar os desafios de mercado. A Oi anunciou na quarta-feira a demissão de 1.070 funcionários diretos no mês de abril, o equivalente a 6% de seu quadro atual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.