Telemar tem mais peso em prévia do Ibovespa

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) divulgou há pouco a primeira prévia da carteira teórica do Ibovespa - Índice que mede a valorização das ações mais negociadas na Bovespa - que será válida para o período de maio a agosto. O principal destaque apontado é a consolidação da posição da ação preferencial (PN, sem direito a voto) da Telemar como papel com maior peso na composição do Índice, que sai de uma participação de 8,59%, pela carteira vigente, para 10,87%. Paralelamente, Petrobrás PN, também candidata a vedete do mercado, tem seu peso reduzido dos atuais 10,15% para 9,32%. As ações ordinárias (ON, com direito a voto) da Telemar ficam em 1,46% pela primeira prévia, ante o vigente 1,71%. Petrobrás ON fica praticamente estável, saindo de 3,94% para 3,59%. A Petrobrás ainda representa a companhia com maior participação da composição da carteira teórica, pois a soma entre os porcentuais das ações ordinárias e preferenciais resulta em 12,91% de peso no Ibovespa, contra 12,33% da Telemar. Além da consolidação da posição de Telemar PN como principal papel da carteira teórica do Índice Bovespa, a primeira prévia para o período de maio a agosto traz algumas outras alterações. Telesp Celular PN se destaca e ganha peso, saindo de 2,47% para 4,23%. Globocabo PN também abre espaço e sobe de 5,86% para 6,39%. Embratel PN vai para 4,70%, frente a 3,37%. Bradesco PN sai de 3,30% para 4,25%, pela primeira prévia. Outra mudança significativa é Banespa PN, que está envolvida em oferta pública proposta pelo Santander e já mostra queda na participação no Índice. O peso do papel PN do banco paulista sai de 4,16%, de acordo com a carteira vigente, para 2,51%, segundo a prévia. As ações preferenciais do tipo A (PNA, sem direito a voto) da Vale do Rio Doce têm participação reduzida de 4,21% para 3,13%. As ações preferenciais do tipo B (PNB, sem direito a voto) e as ações ordinárias da Eletrobrás têm queda no peso, saindo de 3,88% e 2,61%, para 2,91% e 1,92%, respectivamente.

Agencia Estado,

02 de abril de 2001 | 14h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.