Teles devem investir R$ 3,3 bilhões este ano

As operadoras de telecomunicações devem investir este ano cerca de R$ 3,3 bilhões na contratação de fornecedores para a construção, expansão, manutenção e operação de redes. O valor faz parte de um levantamento da Associação Brasileira de Empresas Prestadoras de Serviços em Telecomunicações (Abeprest).As operadoras de telefonia móvel e as de longa distância puxaram esse investimento. A expansão das redes GSM, por parte das celulares, e o aumento da fatia de mercado no caso da longa distância, motivaram maiores desembolsos. Segundo a pesquisa da Abeprest, as operadoras celulares devem investir R$ 1,1 bilhão este ano, contra R$ 617 mil no ano passado. As de longa distância investirão R$ 437 mil, contra R$ 361 mil em 2002. Já as operadoras fixas reduziram em 29,2% os investimentos este ano, que chegarão a R$ 1,7 bilhão até dezembro.A Abeprest identificou que essas empresas estão investindo na expansão da banda larga e na melhoria da qualidade das redes, enquanto enfrentam um crescimento pequeno no número de assinantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.