Telesp derruba Bovespa

Na sexta-feira, 30 de junho, vence o prazo para troca das ações da Telesp por papéis da Telefónica. Com isso, as ações ordinárias - sem direito a voto - sofreram movimento de venda. Suas cotações fecharam em R$21,79, uma baixa de 19,29%, a maior baixa do índice da Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa. As ações preferenciais - sem direito a voto - caíram 1,38%. Como o prazo para a troca das ações está próximo, muitos compradores estão fazendo ofertas muito baixas, dado o risco de não haver tempo hábil para efetuar a transação.Hoje, a Bovespa fechou em baixa de 1,37%, com volume de R$ 687, também pressionada por papéis do setor de energia elétrica e por Globo Cabo.Segundo operadores, é importante que continue o fluxo de investimentos externos. Até o dia 20 de junho, o saldo de investimento externo foi de expressivo R$ 1,8. Mas vale lembrar que, não fosse a operação de Portugal Telecom com Telesp Celular, o saldo de investimentos estrangeiros teria sido de apenas R$ 510 milhões no mês até o dia 20. A avaliação generalizada é que o momento é propício para as bolsas, porque a Lei das S/A deve ser votada ainda esta semana pela Câmara e há muitas ações baratas no mercado brasileiro. Não havendo um aumento surpreendente dos juros norte-americanos, o otimismo poderá prevalecer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.